ANCINE cria força-tarefa para agilizar liberação de verbas

02/04/2020

Fonte: Mônica Bergamo

 

A diretoria da Agência Nacional do Cinema, a Ancine, aprovou, em reunião na última terça (31), a criação de uma força-tarefa para dar conta das análises orçamentárias de projetos audiovisuais.

Com prazo de 180 dias prorrogáveis, o objetivo do grupo é dar seguimento à aplicação dos recursos do Fundo Setorial do Audiovisual, o FSA, mesmo com a capacidade de operação reduzida da agência em tempos de isolamento social.

Também foi recriado um grupo de trabalho para propor soluções tecnológicas e operacionais para sanear o alto passivo de projetos pendentes de análise na agência acumulado há anos.

Por causa de impasses com o Tribunal de Contas da União, o TCU, e da demora na nomeação de diretores pelo governo Bolsonaro, a Ancine já vinha em estado de quase paralisia havia vários meses.

Em portaria do último dia 20, a agência já havia determinado a suspensão, em caráter excepcional, dos prazos para apresentação de prestação de contas de projetos financiados por recursos públicos.

A pandemia é considerada como força maior na análise de todos os pedidos de dispensa total ou parcial de obrigações, de prorrogações de prazo e alteração de projetos audiovisuais. Também foram suspensas todas as diligências externas pela Ancine, como notificações e fiscalizações in loco.

A ação desta terça sinaliza que os trabalhos na Ancine avançarão num momento em que boa parte da produção cultural está paralisada por causa da pandemia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário